TERESA CRISTINA SIMÕES

terapeuta transpessoal integrativa

(19) 3329.4498 | (19) 9 9176.9313 (whatsapp) |  tcris3in1@gmail.com

Avenida João Ambiel, 91| Solar do Itamaracá | Indaiatuba - SP

  • Facebook - Círculo Branco

© 2018 por Mídia.Crawl. 

PSICOLOGIA INTEGRATIVA TRANSPESSOAL

A Abordagem Transpessoal é considerada a quarta força da psicologia.

 

Trata-se de uma abordagem da Psicologia que estuda e trabalha com os estados de consciência, valorizando os aspectos saudáveis do Ser e estimulando o processo de autoatualização da psique e das experiências para que a pessoa se desenvolva e se mantenha saudável.

Sua visão antropológica sobre o ser humano implica em conceber o ser humano como um sistema que inclui aspectos físicos (cinco sentidos – sensações), psíquico (mental e emocional), sociais e culturas (relacionamentos) e energético-espiritual (dimensão arquetípica).

Dúvidas frequentes:

1. O que a Psicologia Transpessoal preconiza?

2. Como é o trabalho com a abordagem transpessoal?

3. Quais os recursos utilizados no atendimento?

1. O que a Psicologia Transpessoal preconiza?

Os princípios da Psicologia Transpessoal preconizam que quando se amplia a consciência também se amplia a percepção e desta forma a pessoa percebe melhor a si mesma e a tudo e todos que estão ao seu redor. 
A ampliação da consciência fundamentada num enraizamento do qual a Psicologia Transpessoal cuida com muita atenção, promove uma autoatualização que ao se repetir no processo de desenvolvimento pessoal se torna mais fluente e autônoma. 


Nesse processo as funções psíquicas (razão, emoção intuição e sensação - R.E.I.S), passam a contribuir efetivamente para escolhas assertivas, prontidão nas decisões, melhoria nos relacionamentos, autoconhecimento, enfim, melhor qualidade de vida.

2. Como é o trabalho com a abordagem transpessoal?

Trabalhar com a abordagem transpessoal é, antes de tudo, uma experiência de acolhimento e respeito à pessoa - ou ao grupo de pessoas – sendo capaz de reconhecer o ambiente e suas necessidades.

 

Toda intervenção tem por objetivo ampliar a consciência para que novas possibilidades sejam apresentadas pela pessoa a ela mesma, pois ela é o agente de transformação de si mesma e, consequentemente, do ambiente. A transpessoal valoriza que a pessoa traga novas possibilidades de si mesma de um espaço maior dela mesma que só é possível quando se transita por estados de consciência diferentes.

Esta ampliação também engloba trabalhos de elaboração e operacionalização para que tendo visualizado novas possibilidades, a pessoa planeje formas de torná-las reais na sua realidade externa. Esta operacionalização do que se percebe num estado de consciência alterado coroa a maior interlocução que a abordagem promove.

O trabalho sempre focaliza a parte saudável do Ser para que ela tenha recursos para lidar com suas dificuldades, limitações, conflitos, desafios, etc.

3. Quais os recursos utilizados no atendimento?

No atendimento transpessoal utilizamos a escuta, a fala e algumas práticas que privilegiam a subjetivação de conteúdos do inconsciente que precisam ser simbolizados, expressos e compreendidos tanto na pequena história - que é o assunto que a pessoa traz para o atendimento -, como na grande história - que é a dimensão maior do Ser dessa pessoa.

Também são trabalhados recursos de operacionalização para que a pessoa possa visualizar concretamente como se expressar no cotidiano com um novo olhar. Os recursos favorecem a interlocução interna e, consequentemente, o autoconhecimento.

Todas as formas de trabalhar têm por objetivo ampliar a percepção, estimulando as funções psíquicas presentes em cada experiência: sensações, emoções, pensamentos e intuições. O objetivo é ativar uma “ordem mental superior” para que a pessoa possa ver mais e saber mais sobre si mesma, gerando o autoempoderamento, tornando-se mais segura e confiante para sustentar os processos de sua vida.

Estes recursos podem ser classificados em categorias de acordo com o que pretendem:

  • Imaginação ativa – estimulam o saudável.

  • Reorganização simbólica – favorecem uma retrospectiva do passado e uma perspectiva do futuro com atuação no presente; estimulam a cognição e a temporalidade por meio da intuição.

  • Técnicas interativas – trazem o emocional mais intenso trabalhando a sensação, a intuição e a razão desenvolvendo as sete etapas durante o processo deste exercício.

Como recursos adjuntos aos recursos citados acima, a transpessoal se utiliza de: 
 

  • Grafismo;

  • Relaxamento;

  • Contemplação;

  • Trabalhos corporais: dança circular, asanas, etc;

  • Meditação;

  • Tarefas que envolvem a escrita, perdão, gratidão, autobiografia, validação do saudável em si e no outro;

  • Mandalas;

  • Modelagem com argila ou massa de modelar;

  • Trabalhos de respiração;